segunda-feira, 23 de maio de 2016

Guerra Junqueiro: A musa dual (antologia)

[Sábios que negais]
[...]
Sobre o grande problema insondável da vida,
Diz-me mais numa encosta uma rosa florida,
Uma abelha a zumbir sobre o mel dum nectário,
Uma ave num ramo, uma cruz num calvário,
Um cardo, um cardo só na aridez das charnecas,
Que as vossas prelecções e as vossas bibliotecas,
Ó sábios que negais a luz da Providência
[...]
("Prometeu libertado", Canto I)

Guerra Junqueiro: A musa dual (antologia), com introdução e organização de A. M. Pires Cabral

Sem comentários:

Enviar um comentário