segunda-feira, 18 de abril de 2016

Três Peças para uma Mulher, de Arnold Wesker


«Prometemos que íamos ouvir a conferência do Lorde inglês não-sei-quantos sobre os tesouros artísticos que foram roubados não se sabe a quem, e a quem devem ser devolvidos. Por isso mexe esse rabo e vai ter comigo à cozinha para cantarmos o "Summertime" enquanto cortamos os cogumelos. Lembra-te:

A procrastinação é a ladra do tempo;
Ano após ano rouba até tudo sumir
E à mercê do momento deixa
As profundas preocupações de uma cena eterna

O tal Lorde talvez não seja uma preocupação profunda, mas é melhor não nos deixarmos à mercê do momento.»

Três Peças para uma Mulher, de Arnold Wesker
(trad. Maria Velho da Costa e Manuel Cintra)

Sem comentários:

Enviar um comentário