quinta-feira, 14 de maio de 2015

"Miscelânea" e António Pinto Ribeiro por Viriato Soromenho-Marques

Viriato Soromenho-Marques, na sua análise ao novo livro de António Pinto Ribeiro, apresentada no lançamento do mesmo, oferece algumas coordenadas aos leitores. O «caleidoscópio temático» que Miscelânea contempla, leva-o à pergunta:

«O que podemos esperar do autor? Que rosto podemos traçar a partir das impressões de leitura

Obtendo, na sua reflexão, respostas tão diversas como a ideia basilar do próprio livro:

«Um pensador universal e cosmopolita, num sentido verdadeiramente pós-eurocêntrico», «um raríssimo “philosophe” contemporâneo», «uma capacidade de perspectivar multidimensionalmente a galáxia da cultura», «uma visão metapolítica da cultura», «um intelectual visivelmente vertebrado»…



Miscelânea é um lugar com lugares no seu interior. Desde a política cultural à concepção do corpo, passando pelas metrópoles, pela «topografia do nosso imaginário», e pelas doutrinas, António Pinto Ribeiro organiza, na variedade, o seu pensamento filosófico e tangível.

Sem comentários:

Enviar um comentário