sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Antologia Poética - Biedma

RUÍNAS DO TERCEIRO REICH

“Passou-se tudo como ele imaginara,
lá na frente de Smolensk,
E tu envelheceste – embora sorrias
wie einst, Lili Marlen.

Nimbado pela névoa, como então,
surge em frente a mim teu rosto encantador
contra um fundo de carros de combate
e de cruzes gamadas na Place Vendôme.

No balcão do bar – em frente de um copo –,
plantada como um chamariz,
sorris obscenamente.
Para quem, Lili Marlen?

Pelos russos vencidos e pelos anos,
ainda o irritado coração
te pede guerra. E nas horas últimas
de solidão e álcool,

enfurecida e fraca, com as unhas
rasgas o pesponto de tua luva negra,
de teu velho mitene todo negro
com que ao partir disseste adeus.”



Antologia Poética, de Jaime Gil de Biedma, tradução de José Bento, edição bilingue, Colecção Poesia   

Sem comentários:

Enviar um comentário