quinta-feira, 9 de junho de 2011

"O verdadeiro ator" de Jacinto Lucas Pires



 
Recentemente publicado, o terceiro romance do escritor, músico  e dramaturgo Jacinto Lucas Pires conta a história de uma personagem grotesca, o ator Américo Abril, confuso com os diversos papéis que desempenha na vida — pai cansado, artista sem inspiração, marido pisado e amante infeliz — e no cinema — onde encarna Paul Giamatti, o seu alter-ego.
Em pano de fundo (em sintonia intrigante com o momento actual), Portugal em estado de alerta:  "Não há nem um gesto, a mínima sugestão de violência. Só o peso da multidão portuguesa, de braços para baixo, corajosos ombros contra as portadas constitucionais. Nem uma palavra mais dura sequer, apenas uns milhares, um milhão, de almas usando o peso da maneira mais sóbria. Ombros, testas, coxas, imaginem. Começa." Numa escrita cinematográfica, Jacinto Lucas Pires volta a afirmar-se como uma das vozes mais bem articuladas da sua geração.

Sem comentários:

Enviar um comentário